Buddy Vet

Dermatite em cachorro: sintomas e como tratar

dermatite em cachorro

Todo o cachorro se coça eventualmente e é completamente normal. Mas, se você observou que a coceira passou a ser intensa, deixando a pele vermelha e com feridas, cuidado: pode ser dermatite em cachorro

A dermatite canina pode prejudicar severamente o bem-estar do seu peludo. Se você suspeita da doença, procure um veterinário para investigar e tratar adequadamente. 

Quer saber mais sobre a dermatite em cães? A buddy.vet preparou esse post com tudo o que você precisa saber e como ajudar seu peludo. Vamos lá! 

O que é Dermatite Canina?

A dermatite canina, ou dermatite em cães, é uma condição caracterizada pela inflamação ou infecção na pele do pet. 

Em geral, animais com a pele clara, pelagem longa, como shih-tzu e lhasa apso e cachorros que possuem muitas dobras de pele, como pug e bulldog francês são mais propensos a desenvolver a dermatite canina.

Isso acontece porque pelagens longas e as dobras favorecem a proliferação de bactérias e fungos, uma das principais causas da dermatite em cães.

Ainda assim, existem outras causas da dermatite canina, entre elas estão as pulgas, alergias, desequilíbrios hormonais e doenças autoimunes. 

Um cachorro com dermatite pode se coçar, se lamber e se morder constantemente na tentativa de aliviar o problema. Isso pode deixar a pele vermelha, dolorida e aberta a infecções. 

Quais são as causas da Dermatite em cachorro?

Além dos pelos longos e das dobras de pele, existem diversos fatores que podem causar a dermatite canina. Saiba mais!

  • Parasitas: alergia a picada de pulgas e carrapatos;
  • Infecções: bacterianas ou fúngicas;
  • Alergias ambientais: antígenos ambientais como a poeira, ácaros e pólen de flores;
  • Alergias alimentares: nem tudo o que comemos pode ser oferecido aos cães, além disso, mudanças na ração também podem causar alergias.
  • Alergias a produtos químicos: uso de produtos químicos como shampoos e condicionadores.
  • Estresse: cachorros estressados podem se morder e lamber para aliviar o sintoma, deixando um ambiente úmido, propício para o desenvolvimento de fungos e bactérias.

Quais são os sintomas da Dermatite em cães?

Os sintomas podem variar conforme a origem do problema e também o estágio do desenvolvimento da doença.

A coceira intensa é o principal sintoma de dermatite canina. Além disso, você pode observar os seguintes sinais: 

  • Cachorro se esfregando no chão ou em móveis;
  • Lambidas frequentes;
  • Descamação com odor;
  • Queda de pelo;
  • Falhas de pelo localizadas ou generalizadas;
  • Vermelhidão ou erupções na pele (com ou sem pus);
  • Manchas ou crostas no corpo.

O cachorro com dermatite pode apresentar sintomas mais leves inicialmente, como coceira e vermelhidão e conforme a doença evolui, nota-se a presença de feridas mais graves.  

Os sintomas associados à dermatite canina geralmente pioram com o tempo, embora também possam ser sazonais.

A Dermatite em cachorro é contagiosa? 

A dermatite canina não é contagiosa para outros animais ou membros da família. No entanto, alguns fatores que causam o problema podem afetar outros cães e gatos e humanos também:

  • Micose: infecção fúngica que afeta animais de estimação e humanos;
  • Infestação de pulgas: outros animais da casa poderão sofrer com as picadas de pulgas. Humanos também podem ser picados eventualmente, apesar desses parasitas não viverem em pessoas. 

Como prevenir a Dermatite em cachorro?  

Cuidar da alimentação, do pelo e saúde geral do seu pet contribui para evitar a dermatite em cães. Siga essas dicas!

  • Alimente seu cão com uma ração de qualidade;
  • Escove o pelo do seu cão regularmente;
  • Faça a profilaxia contra parasitas;
  • Evitar o contato com produtos de limpeza fortes que podem causar reações na pele;
  • Mantenha o ambiente do seu pet limpo e seco;
  • Evite usar shampoos e condicionadores sem indicação veterinária;
  • Realize check-ups veterinários regularmente.

Suspeita de dermatite canina? Saiba o que fazer!

Se você observar que o seu cãozinho está se coçando mais do que normal e a pele está em mau estado, chame um médico veterinário para examiná-lo e realizar um check-up completo.

O especialista deve fazer alguns exames para determinar o que está causando a coceira e as lesões na pele do seu peludo e prescrever o tratamento adequado. 

Aspectos como estilo de vida, alimentação e histórico do paciente também são avaliados.  

O tratamento vai variar de acordo com a origem do problema, mas costuma-se usar shampoos específicos para dermatite canina. Se o problema tiver causa alimentar, o veterinário pode indicar uma ração hipoalergênica, por exemplo. 

O ideal é não esperar o problema se agravar e investigar a causa da coceira logo de início.

buddy.vet – veterinários em casa no Rio de Janeiro e São Paulo

Seu pet precisa de cuidados? A buddy.vet leva os melhores veterinários do Rio de Janeiro, Nova Friburgo e São Paulo até a sua casa para consultas, vacinas e exames.  

O atendimento domiciliar oferece uma consulta diferenciada ao pet, que não precisa sair do ambiente confortável do lar para ir até uma clínica, tornando a experiência muito mais agradável. 

Entre em contato através do Whatsapp no site ou baixe o aplicativo “buddy.vet“ para agendar o atendimento.

O app da buddy.vet está disponível para IOS e Android.

Até a próxima! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fundo transparente 100x100