Seria ótimo se os cães pudessem conversar com os tutores e contar se algo estiver os incomodando, mas eles não possuem essa habilidade. Portanto, é preciso se atentar ao comportamento do pet, visto que essa é a única forma dele se comunicar com humanos.

Embora sejam bastante resistentes a dor, os animais entregam o desconforto com uma série de comportamentos suspeitos, e são eles:



Apatia e Inapetência

Se o seu pet é bem ativo, gosta de praticar exercícios e recentemente ele demonstra estar indisposto, sem apetite e procrastinado, é sinal de que algo está errado. O isolamento e apatia são comportamentos diretamente relacionados ao desconforto animal.

 

Não deixa encostar em determinada parte do corpo

Quando sentem dor, os animais buscam proteger a região. Portanto, se ao acarinhar o seu cachorro você notar que ele apresenta uma reação agressiva, é sinal de que algo naquele local está incomodando-o.

 

Claudicar

O ato de mancar, principalmente em animais de idade avançada, rapidamente é associado a algum problema ósseo, como artrite ou artrose. Porém, existem outras várias doenças que podem ocasionar dificuldade na locomoção, como por exemplo: doenças que acometem o sistema nervoso, fraturas, entorses, luxações, neoplasias, dentre outras. Então, se notar que o seu pet está com dificuldade de andar, não descarte doenças que não estão diretamente ligadas ao osso.

 

Arranque de pelos

Caso um pet esteja lambendo e arrancando os pelos de alguma parte do corpo, algo está errado. Quando sentem dor, coceira ou desconforto, os animais buscam morder o local, ou o local mais próximo, na tentativa de ‘eliminar’ o que está lhe incomodando, criando lesões na pele e regiões de alopecia (falhas no pelo).

 

Ok! Notei que meu pet está apresentando um comportamento estranho, o que devo fazer?

A primeira coisa a se fazer é entrar em contato com o(a) veterinário(a) para que o pet seja avaliado e, caso necessário, realizar exames, onde será confirmado (ou não) se há algo de errado.

Identificar o problema o quanto antes faz com que o seu pet se recupere mais rápido, visto que o tratamento, quando realizado no início, é bem mais eficaz!

Portanto, não deixe de chamar um veterinário ao notar o primeiro sinal de desconforto no animal.