Buddy Vet

Catarata em cachorro: 5 sintomas e como tratar

O seu peludo está com uma espécie de película esbranquiçada no olho? Este é um dos sinais de catarata em cachorro!

A visão é um dos cinco sentidos e há quem diga que é o mais importante entre todos eles, tanto para os humanos quanto para outros animais.

Os olhos, que permitem a captação de imagens, são estruturas sensíveis e complexas, o que faz com que qualquer alteração seja perigosa. Isso vale para cães de todas as idades!

Quer entender melhor sobre a catarata em cachorro e aprender a identificar os sintomas e sinais de alerta? Tudo o que você precisa saber está no decorrer do blog!

Catarata em cachorro

A catarata é uma doença oftálmica caracterizada pela opacidade do cristalino, uma lente natural que existe dentro do olho do cão.

Quando cristalino fica opaco — aspecto do olho azulado ou esbranquiçado — prejudica a passagem de luz para a retina, o que atrapalha a formação normal da imagem.

Quanto mais evoluída a catarata em cachorro, maior o prejuízo da visão do seu pet. Ou seja, conforme o aumento da opacificação da lente do olho, menos o seu peludo enxerga.

Sem tratamento adequado, o quadro pode evoluir, fazendo com que o cão perca cada vez mais a visão.

Principais causas da catarata em cachorro

As causas mais frequentes da catarata em cães são:

  • Hereditariedade. Algumas raças como cocker, poodle, labrador, golden e schnauzer são mais propensas a desenvolver a catarata, no entanto, pode acometer qualquer raça.
  • Diabetes. Doenças metabólicas, como o diabetes, podem causar alterações no cristalino, dando origem à catarata. Se o seu cão já tem diabetes e faz o acompanhamento com veterinário, é importante que o profissional também faça a observação da parte oftálmica, já que o risco de desenvolvimento da doença é maior. Se necessário, ele encaminhará o pet a um veterinário especializado em oftalmologia.
  • Idade. É mais comum em animais idosos, mas pode acometer cachorros de todas as idades.
  • Doença congênita. Os animais também podem nascer com a catarata. Em nenhuma das situações a catarata em cachorro é contagiosa.

Sinais e sintomas da catarata em cachorro

O primeiro sinal clínico da catarata em cães, que pode ser observado pelo próprio tutor em casa, é a mudança na coloração central do olho:

  • Olhos opacos e esbranquiçados ou azulados.

Outros sinais e sintomas incluem:

  • Aumento de secreção ocular;
  • Sensibilidade à luz;
  • Olhos lacrimejando;
  • Perda da visão.

Conforme o quadro evolui, o cãozinho pode demonstrar sinais claros de perda de visão, tais como: esbarrar em móveis ou apresentar insegurança ao descer escadas, por exemplo.

Como diagnosticar e tratar a catarata em cães?

Se você suspeita que o seu peludo está com catarata, o mais indicado é buscar por um veterinário especializado em oftalmologia para diagnosticar e tratar adequadamente.

O diagnóstico da catarata em cachorro é feito com base na avaliação do histórico do paciente, relatado pelo tutor, além de exames oftalmológicos com equipamentos específicos.

A boa notícia é que a catarata em cães pode ser tratada através da intervenção cirúrgica.

Não existe outra forma de reverter o quadro da doença, nem mesmo com o uso de colírios.

Porém, é importante entender que nem todo cão com catarata pode ser operado. O olho pode apresentar outras alterações associadas, que não indicam a cirurgia.

Apenas o veterinário oftalmologista tem qualificação para indicar se o peludo pode ser operado e se tem chances de voltar a enxergar, ou não.

Lembrando que o diagnóstico precoce aumenta as chances de resultados positivos.

Check-up canino e prevenção

Não existem maneiras de prevenir a catarata em cachorro no geral, além dos cães diabéticos.

A diabetes em cães, se diagnosticada e controlada adequadamente, pode reduzir as chances de desenvolvimento de catarata.

Por isso, é importante manter os exames do seu peludo em dia com um check-up. Nele, o veterinário avalia a saúde geral do cãozinho através de exames de rotina.

Notou que o seu pet está apresentando sinais e sintomas de catarata? Busque ajuda especializada o quanto antes. Se precisar, conte com a buddy.vet!

buddy.vet

Seu pet precisa de cuidados? A buddy.vet leva os melhores veterinários do Rio de Janeiro e Nova Friburgo até a sua casa para consultas, vacinas e exames. Atendimentos na Zona Sul, Barra da Tijuca, Tijuca e Recreio.

O atendimento domiciliar oferece uma consulta diferenciada ao pet, que não precisa sair do ambiente confortável do lar para ir até uma clínica, tornando a experiência muito mais agradável. 

Entre em contato através do Whatsapp no site ou baixe o aplicativo “buddy.vet“ para agendar o atendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fundo transparente 100x100