Buddy Vet

Cachorro muito carente é normal? Saiba o que fazer!

Cachorro muito carente

Os cães são naturalmente amorosos e fiéis. Não é atoa que os chamamos de “melhores amigos do homem”. Mas, é preciso que esse comportamento carinhoso não ultrapasse um limite e se torne difícil de lidar. A boa notícia é que você pode ajudar seu cachorro muito carente a mudar de comportamento.

Latidos constantes, choros e patadas em você, na esperança de chamar sua atenção, além de apresentar uma necessidade constante de ficar ao seu lado, são sinais de um cão carente.

Quer entender como ajudar seu cãozinho a viver melhor? Continue lendo!

É normal o cachorro ser muito carente?

Os cães são animais bastante sociais, portanto, antes de fazer algo, é importante se certificar de que o peludo está recebendo uma quantidade razoável de atenção e interação com você todos os dias.

Além dos passeios diários, é fundamental tirar alguns minutos ao dia para conversar, acariciar e brincar com seu pet. Jogar uma bolinha e fazê-lo gastar energia é uma ótima opção.

Em poucas palavras, é essencial dar atenção ao cão sempre, antes que ele demonstre carência e apresente comportamentos que possam deixar você desconfortável.

No entanto, se mesmo recebendo atenção adequada, seu cão apresenta comportamentos excessivos, é preciso ficar atento. O cachorro muito carente pode: 

  • Pedir para subir no seu colo o tempo inteiro;
  • Chorar constantemente;
  • Latir e uivar sem motivo;
  • Destruir móveis, entre outros. 

Lembre-se: é muito importante saber a diferença entre um comportamento normal e um excessivo, afinal, é comum que os cãozinhos queiram estar perto dos seus tutores e de pessoas que amam. 

Cachorro muito carente e ansiedade por separação

A ansiedade por separação canina é uma condição caracterizada por crises de ansiedade e pânico causadas pela separação do cão e do tutor. Isso pode acontecer mesmo em casos de separação por alguns minutos. 

O cachorro com ansiedade por separação apresenta uma série de comportamentos excessivos: choro constante, latidos e uivos insistentes, urina e fezes em locais inadequados, arranhões e mordidas em móveis e até automutilação.

O ideal é observar o comportamento do pet quando ele não está com você e se identificar esses sinais e comportamentos, buscar ajuda profissional.

Um adestrador pode ajudar seu cãozinho a conviver melhor com a separação e, se necessário, um médico veterinário também pode contribuir para o tratamento do distúrbio. 

Como mudar o comportamento do cão muito carente?

Uma das medidas eficazes de combater a ansiedade do pet é estimular brincadeiras e deixar sempre à disposição brinquedos interativos para ajudá-lo a gastar energia. 

Outra forma bastante eficiente são os passeios. Se puder, leve-o para sair duas vezes ao dia, por no mínimo, 30 minutos cada vez. 

O adestramento de cães também pode ajudar a diminuir a carência do pet e tratar a ansiedade por separação, criando um ambiente mais saudável e tranquilo para o convívio de uma maneira geral. 

Em alguns casos, um veterinário pode receitar um tratamento medicamentoso para tratar a ansiedade por separação.

Como evitar o comportamento carente do meu cachorro?

Existem diversos hábitos do dia a dia que parecem inofensivos, mas que servem de gatilho para deixar o cachorro ansioso. Por exemplo, se o seu doguinho te segue pela casa, não dê atenção demais o tempo inteiro e o acaricie a todo momento. 

Ao sair de casa, não faça disso um grande “evento”, abraçando e despedindo-se do seu pet. Apenas faça isso de maneira discreta, sem exageros. O mesmo vale ao chegar em casa. 

Sabemos que é difícil resistir a toda celebração que eles fazem quando chegamos em casa, porém, também é uma atitude que pode despertar gatilhos de ansiedade no pet, resultando em dependência e carência. 

Como mencionamos acima, enriquecer o ambiente do cãozinho com brinquedos é uma boa maneira de lidar com a ansiedade e de se divertir quando você não está ou está ocupado.

A importância do adestramento para cães carentes  

Seu peludo pode estar sofrendo de ansiedade por separação. Sendo assim, uma das melhores maneiras de ajudá-lo é através do adestramento.

O cachorro muito carente pode melhorar gradualmente com o tempo, treinamento e confiança. 

O adestramento do cachorro carente pode beneficiar e muito o bem-estar e a saúde do animal, além de melhorar seu convívio com toda a família. Mas é necessário ter paciência.

Ao longo do caminho, você perceberá diversas mudanças positivas. É importante saber que isso acontece gradualmente, ou seja, leva tempo. Não é do dia para a noite que uma grande transformação ocorrerá. 

Ao escolher um adestrador de cães, é importante encontrar um treinador que use técnicas baseadas na necessidade de cada cãozinho. Isto é, nenhum adestramento deve ser exatamente igual ao outro. 

O profissional deve avaliar e passar um treinamento personalizado para o seu cão, além de levar em conta as necessidades de cada tutor, é claro. 

A buddy.vet conta com adestradores que vão até a sua casa para adestrar seu cachorro de maneira segura, com muito mais comodidade e praticidade. Os atendimentos são feitos na cidade do Rio de Janeiro e em São Paulo

Gostou da ideia?  Entre em contato através do Whatsapp no site ou baixe o aplicativo “buddy.vet“ para agendar o adestramento. 

O app da buddy.vet está disponível para IOS e Android.

Até a próxima! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fundo transparente 100x100