Buddy Vet

Cachorro medroso: aprenda a ajudar seu pet a ganhar confiança

cachorro medroso

Como posso ajudar o meu cachorro medroso? Se você está buscando a resposta para essa pergunta, temos uma boa notícia: a buddy.vet te ensina como! 

Ver seu cãozinho sempre com medo quando chega uma visita em casa ou na hora de passear pode ser verdadeiramente angustiante. Às vezes, o pet pode até apresentar um comportamento agressivo.

E como mudar isso? O adestramento e algumas outras medidas oferecem soluções para problemas de comportamento em geral, deixando o cãozinho mais disciplinado, tranquilo e contente. 

Quer saber mais? Continue lendo o blog! 

Como saber se o cachorro está com medo?

Seu cachorro pode apresentar alguns sinais bem claros de que está desconfortável ou com medo de certa atividade, ou até mesmo de outras pessoas e animais. São eles: 

  • Rosnar, latir ou afegar excessivamente;
  • Olhos bem abertos e pupilas dilatadas;
  • Cauda para baixo ou entre as pernas;
  • Tremores;
  • Cabeça virada para o lado oposto do que está causando medo;
  • Orelhas viradas para trás;
  • Tentar “fugir” do lugar de onde está com medo, ao ponto de se puxar da guia ou se machucar;
  • Se agachar, esgueirando-se ou tentar subir no colo do tutor;
  • Se sentir mais seguro entre as pernas do tutor quando outro cão ou pessoa se aproxima, entre outros. 

Se o seu cão demonstrar algum desses comportamentos, não o force a interagir com o que está causando o medo. 

Por exemplo, se ele latir, rosnar ou tentar fugir de outro cachorro que está encontrando pela primeira vez, não o obrigue a interagir. Dê espaço para o seu peludo e compreenda que a situação está o deixando desconfortável.

Neste caso, não há necessidade de se sentir desencorajado, um adestramento para cães, seja ele filhote ou adulto, pode auxiliar na socialização do cão com outros peludos e humanos. 

Como ajudar um cachorro medroso

O primeiro passo é reconhecer que o seu cãozinho está com medo. Feito isso, sua prioridade é ajudá-lo a se sentir seguro.

Como você poderá ajudá-lo pode depender de qual é o problema. Se ele está com medo de crianças ou estranhos na casa, pode se sentir mais seguro em um espaço próprio, como uma caixinha ou cama. 

Também é possível orientar as visitas a não tentar acariciar o cachorro, porque ele pode não gostar disso.

Em passeios, se seu cãozinho é medroso, prefira horários mais tranquilos, em que você provavelmente não encontrará muitos cães, pessoas, carros, etc. 

Além disso, se o seu cão está com medo, é muito importante não usar punições ou forçá-lo a enfrentar o que o deixa desconfortável. Isso porque o seu cão pode acabar com ainda mais medo ou até mesmo ficar com medo de você.

E por último, mas não menos importante, procure ajuda profissional.  Um adestrador pode ajudar seu peludo a ter um convívio mais saudável e feliz com a sua família e com outras pessoas e cães. 

Quanto mais cedo seu cãozinho começar os treinamentos, mais cedo você e ele vão desfrutar dos benefícios do adestramento.  

Como passear com um cachorro medroso?

Seu cachorro é tímido e medroso na hora do passeio? Essas dicas podem te ajudar: 

  • Não force o passeio: se o seu cãozinho está resistindo em caminhar, não puxe a guia ou tente arrastá-lo. Usar a força é a pior maneira de lidar com a situação. Existem diversos motivos para o cachorro “travar” na hora do passeio, como muitos carros ou pessoas na rua. Além de não forçar o passeio, procure levá-lo a lugares mais tranquilos e menos movimentados. 
  • Recompense com petiscos: uma boa maneira de recompensar seu peludo após a conclusão de um objetivo é oferecer um agrado como forma de agradecimento a determinada ação. Essa ferramenta pode fazer seu cão se sentir mais motivado a continuar a caminhada, passeio ou atividade que você propôs para recompensá-lo ao final. 
  • Os passeios devem fazer parte da rotina: leve o seu cão para passear diariamente. Assim como nos acostumamos com uma rotina diária, os cães também fazem o mesmo. Criar o hábito de passear, com o tempo, pode se tornar cada vez mais prazeroso para o peludo. 
  • O adestramento é uma ótima opção: um adestrador pode ajudar a entender melhor o que causa os gatilhos de medo no cão ao passear e tratar de forma individual o problema, conforme a necessidade de cada peludo. O adestramento ajuda a desenvolver habilidades e melhorar a socialização do cão em geral. 

Cachorro medroso e a importância do adestramento

O cachorro medroso pode melhorar gradualmente com o tempo, treinamento e confiança. Mas, se o cão é naturalmente tímido e medroso, é pouco provável que ele se torne um cão extremamente extrovertido, já que não é da sua natureza.

No entanto, tenha esperança! O adestramento do cachorro medroso pode beneficiar e muito o bem-estar e a saúde do animal, além de melhorar seu convívio com toda a família. Mas é necessário ter paciência.

Ao longo do caminho, você perceberá diversas mudanças positivas. É importante saber que isso acontece gradualmente, ou seja, leva tempo. Não é do dia para a noite que uma grande transformação ocorrerá. 

Ao escolher um adestrador de cães, é importante encontrar um treinador que use técnicas baseadas na necessidade de cada cãozinho. Isto é, nenhum adestramento deve ser exatamente igual ao outro. 

O profissional deve avaliar e passar um treinamento personalizado para o seu cão, além de levar em conta as necessidades de cada tutor, é claro. 

A buddy.vet conta com adestradores que vão até a sua casa para adestrar seu cachorro de maneira segura, com muito mais comodidade e praticidade. Os atendimentos são feitos na cidade do Rio de Janeiro e em São Paulo. 

Gostou da ideia?  Entre em contato através do Whatsapp no site ou baixe o aplicativo “buddy.vet“ para agendar o adestramento. 

O app da buddy.vet está disponível para IOS e Android.

Até a próxima! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fundo transparente 100x100