Buddy Vet

5 principais doenças de cachorros filhotes

principais doenças de cachorros filhotes

Os cães não recebem o título de melhores amigos do homem por acaso: eles são companheiros, carinhosos e enchem a casa de alegria. Se você acabou de adotar um peludo, certamente está buscando informações de qualidade para saber como cuidá-lo da melhor forma possível. Para te ajudar a se informar, vamos te mostrar as doenças de cachorros filhotes que você precisa conhecer.

Assim, é possível preveni-las e tratá-las adequadamente, prezando pela saúde do seu pet. Gostou? Acompanhei a leitura!

 

Doenças de cachorros filhotes

1. Conjuntivite canina

Nem todo tutor sabe, mas a conjuntivite canina é uma das doenças oculares mais comuns em cachorros, até mesmo em filhotes.
A conjuntivite caracteriza-se pela inflamação da conjuntiva, a membrana que reveste a pálpebra e se retrai para cobrir a parte branca dos olhos.
Os sintomas mais comuns da conjuntivite canina são:

  • Olhos avermelhados;
  • Lacrimejamento;
  • Pálpebras inchadas;
  • Secreção amarelada;
  • Presença de crostas nos cílios;
  • Coceira nos olhos.

Se o seu pet está apresentando os sintomas descritos, procure imediatamente um veterinário de confiança. Não medique seu peludo sem a indicação de um especialista.

 

2. Parvovirose é uma das doenças de cachorros filhote

Se você acabou de adotar um cãozinho, preste muita atenção nesse nome: parvovirose canina. Também conhecida como Parvo vírus canina, é uma doença altamente contagiosa e prejudicial à saúde do seu bichinho.
Os principais sintomas da parvovirose são:

  • Diarreia;
  • Vômito;
  • Letargia;
  • Perda de peso repentina;
  • Febre;
  • Mucosas pálidas (pálpebras e gengiva).

A melhor maneira de prevenir a doença é através da vacinação. A vacina v8 e v10 são imunizações importantes contra a parvovirose. Consulte um veterinário e proteja seu cão.

 

3. Obstrução do trato gastrointestinal

Uma das doenças de cachorros filhotes mais comuns é a obstrução do trato gastrointestinal por ingestão de corpo estranho.
Quando estão nessa fase, os peludos adoram explorar todos os cantos da casa e qualquer objeto que estiver no chão, acaba dentro da boca.
Um corpo estranho pode ser um osso, um brinquedo, uma tampinha de garrafa ou uma série de outras coisas que, em função do tamanho ou formato, pode entalar em um determinado ponto do trato gastrointestinal.
A obstrução do trato gastrointestinal acaba interrompendo a passagem do fluxo normal do seu conteúdo.
O cão pode apresentar:

  • Vômitos após ingestão de alimentos e água;
  • Ausência de fezes;
  • Cansaço;
  • Apatia;
  • Desidratação;
  • Perda de apetite.

Se você notar que o seu cãozinho está apático, com dificuldades para defecar e se alimentar adequadamente, procure imediatamente um veterinário de confiança.

 

4. Cinomose

Uma das doenças de cachorros filhotes mais preocupantes e graves é a cinomose canina, causada por um vírus altamente contagioso.
A cinomose afeta o sistema digestório e o respiratório. Na fase tardia da doença, ela acomete o sistema nervoso central, quando aparecem os sintomas mais graves, como falta de coordenação, tiques nervosos, tremores involuntários e crises convulsivas.
Os sintomas em geral são:

  • Diarreia;
  • Secreções nasais e oculares;
  • Apatia;
  • Perda de apetite.

A cinomose é prevenida através da vacinação. O cachorro deve receber a imunização ainda filhote. Converse com o seu veterinário.

 

5. Otite canina

O seu peludo está coçando as orelhas com frequência, balançando a cabeça sem parar, esfregando a orelha nos móveis e às vezes chora enquanto coça? Fique atento, pode ser sinal de otite canina!
A otite canina é uma condição muito frequente e que causa um extremo desconforto no cão. A doença caracteriza-se pela inflamação do conduto auditivo.
Outros sintomas da otite canina incluem:

  • Excesso de cera, secreção ou pus saindo do ouvido;
  • Cera com mau cheiro;
  • Vermelhidão na parte inteira da orelha;
  • Inchaço no ouvido;
  • Ferimentos causados pela coceira.

Se você está suspeitando de otite, ou de qualquer outra doença de cachorros filhotes, não deixe o problema se agravar e procure um veterinário o quanto antes. Além disso, não medique seu cãozinho sem receita.

 

buddy.vet

Seu pet precisa de cuidados? A buddy.vet disponibiliza veterinários a domicílio e passeadores de forma simples e prática.
O atendimento domiciliar oferece uma consulta diferenciada ao pet, que não precisa sair do ambiente confortável do lar para ir até uma clínica, tornando a experiência muito mais agradável.

Consultas, vacinas, check-up, adestramento e passeios, tudo em um só lugar!
Entre em contato através do botão do Whatsapp no site ou baixe o aplicativo “buddy.vet“ para agendar o atendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fundo transparente 100x100